top of page

A política do café

João acordou cedo para ir trabalhar. Se levantou da cama, foi até a cozinha e ligou a cafeteira. Adorava tomar um café quentinho pela manhã, era o seu combustível para enfrentar o dia. Pegou uma xícara e se serviu do líquido escuro e aromático.

Enquanto saboreava o seu café, ele ligou a TV e sintonizou no noticiário. Ele gostava de se informar sobre o que estava acontecendo no país e no mundo. Viu uma reportagem sobre a crise econômica que afetava o Brasil, com inflação, desemprego e queda na renda.

Ele ouviu o presidente falar sobre as medidas que estava tomando para tentar reverter a situação, como cortes de gastos, reformas tributárias e incentivos ao setor produtivo.

João pensou em como a política influenciava o seu dia a dia. Sabia que o preço do café que ele tomava era determinado por vários fatores, como a oferta e a demanda, os custos de produção, os impostos, as tarifas de importação e exportação, as taxas de câmbio e as políticas agrícolas.

Também sabia que o governo tinha um papel importante nesse processo, ao definir as regras do jogo, fiscalizar o mercado, subsidiar os produtores, proteger os consumidores e negociar acordos comerciais com outros países.

E além disso sabia que o seu emprego dependia da política. Pois trabalhava como contador em uma empresa de tecnologia, que vendia softwares e serviços para clientes nacionais e internacionais.

O seu salário era afetado pela política monetária, que determinava a taxa de juros e a quantidade de dinheiro em circulação. A sua empresa era afetada pela política fiscal, que determinava os impostos que ela pagava e os benefícios que ela recebia. Ele compreendia que a sua empresa era afetada pela política industrial, que determinava as normas técnicas, os padrões de qualidade, as exigências ambientais e as condições de concorrência.

Ainda sabia que a sua vida pessoal era afetada pela política. Ele tinha uma esposa e dois filhos, que estudavam em uma escola pública. Sabia que a qualidade da educação que eles recebiam era afetada pela política educacional, que determinava o currículo escolar, os recursos didáticos, os salários dos professores e as avaliações dos alunos.

A saúde da sua família também era afetada pela política de saúde, que determinava o acesso aos serviços médicos, os programas de prevenção, os medicamentos disponíveis e os sistemas de vigilância sanitária.

Dessa forma terminou o seu café e se levantou para se arrumar. Pegou a sua carteira e verificou se tinha dinheiro suficiente para pegar o ônibus. Percebeu que o valor da passagem era afetado pela política de transporte, que determinava os investimentos em infraestrutura, os subsídios aos operadores, as tarifas sociais e as regras de mobilidade urbana.

Saiu de casa e caminhou até o ponto de ônibus. Olhou para o céu e viu algumas nuvens carregadas. Ele esperava que não chovesse muito naquele dia. Conseguia entender que o clima era afetado pela política ambiental, que determinava as metas de redução de emissões, as medidas de conservação dos recursos naturais, as ações de adaptação às mudanças climáticas e as estratégias de desenvolvimento sustentável.

Ele entrou no ônibus e sentou-se em um banco vazio. Colocou os fones de ouvido e ligou o seu celular. Abriu o aplicativo do Bing e digitou: "como participar da política?". Queria saber mais sobre como ele poderia contribuir para melhorar a situação do país e do mundo. Apenas queria exercer a sua cidadania e fazer a diferença.

Viu uma lista de resultados com várias informações sobre como participar da política. Clicou em um deles e começou a ler. Interessou-se pelo assunto e decidiu se aprofundar mais.

Ele sabia que a política era importante e que ele tinha um papel a desempenhar. Sabia que a política interferia no seu dia a dia, mas também sabia que ele podia interferir na política.



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page