top of page

Uma breve explicação da teoria das cordas

Era uma vez um universo com muitas dimensões. Nesse universo, havia um grupo de amigos que adoravam explorar o espaço. Eles eram formados por um cientista chamado Albert, um músico chamado Mozart e um artista chamado Van Gogh.

Albert: Olhem só o que eu encontrei! É uma corda muito fina e comprida.

Mozart: Que interessante! O que você acha que é?

Albert: Eu não tenho certeza ainda. Mas acho que é muito importante para entender como o universo funciona.

Van Gogh: Eu adoro cordas! Posso pintar um quadro dela?

Com o tempo, Albert descobriu que essa corda era na verdade uma das muitas cordas que existiam no universo. Ele descobriu que essas cordas eram tão pequenas que não podiam ser vistas a olho nu.

Albert: Descobri que essa corda é uma das muitas cordas que existem no universo. Elas são tão pequenas que não podem ser vistas a olho nu.

Mozart: E o que elas fazem?

Albert: Elas vibram em diferentes frequências e cada frequência corresponde a uma partícula diferente no universo.

Van Gogh: Que legal! Posso pintar quadros de cada partícula?

E assim, os amigos continuaram explorando o espaço e descobrindo novas coisas sobre o universo.

Essa é uma história simples com diálogos para explicar a teoria das cordas. Espero que tenha ajudado!

Alcenir Borges Sousa Junior

3 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Jun 26, 2023
Rated 5 out of 5 stars.

😊 uma boa forma de explicar essa teoria

Like
bottom of page